terça-feira, 21 de julho de 2015

Por trás do lápis: Rennan Andrade



Hoje eu vim trazer para vocês mais uma entrevista com autor nacional! O entrevistado de hoje é nosso autor parceiro, o Rennan Andrade! O Rennan está publicando seu primeiro livro e veio nos contar um pouco mais sobre o processo de criação e sobre sua estória!


"Meu nome é Rennan Andrade de Oliveira, tenho quinze anos e escrevo histórias desde os meus treze, tendo começado a escrever blogs quando tinha nove.   Sou uma pessoa que acredita no poder do pensamento positivo, sempre visando a olhar o lado bom das coisas e das pessoas; acredito no poder da amizade, tanto que sou muito apegado aos meus amigos e a minha família, além de acreditar que a melhor característica do ser humano é, sem dúvida, a honestidade."
 

Antes de tudo gostaria de te dar as boas vindas ao Infinitos Livros Rennan! É um prazer te receber aqui no blog!
R: Muito obrigado Samara, o prazer é todo meu!


Para começar, nos conte um pouco sobre você e sobre como começou a escrever.
R: Eu nem sempre fui uma pessoa fanática por escrever; antigamente a minha única paixão era a música, mas eu sempre tive mais prazer em ouvir do que fazer música, tanto que larguei os dois cursos os quais participei.
Mas voltando a escrita, eu comecei a pegar gosto pela leitura quando tinha treze anos através das fanfics, eu li fanfics de Naruto por mais ou menos seis meses antes de começar a escrevê-las, e depois que eu comecei a escrever, eu fiquei tão fissurado, tão apaixonado por criar cenas, personagens e ambientes que logo isso evoluiu de um simples hobby para uma coisa muito maior, tanto que hoje eu sempre tento tirar pelo menos um momento do meu dia para escrever.
 

Você está publicando seu primeiro livro no formato digital e físico. Como foi o processo de criação? De onde surgiu a inspiração para a sua história?
R: A ideia de finalmente estar lançando o livro depois de tanto tempo trabalhando nele é extraordinária! Demorou mais ou menos um ano para escrever e revisar o livro, e isso porque eu até que tinha bastante tempo disponível, mas eu estava em um momento pessoal da minha vida em que não podia me dedicar 100% à escrever, mas o tempo que eu tinha eu tirava para escrever, tanto A Luz de Cada Mundo como Coincidências com o meu amigo Raphael.
Era raro eu ler obras de fantasia, apesar de eu ser um grande fã de livros sobre anjos, eu nunca li Harry Potter, As Crônicas do Gelo e Fogo ou O Senhor dos Anéis (apesar desse último estar na minha lista). No entanto, eu sempre quis fazer uma obra de fantasia, acho que devido ao meu amor por jogos de RPG então pode-se dizer que eu tirei inspiração dos jogos...




"O livro se conta a história de Ryze Hope, um garoto de 16 anos sem muitas expectativas que logo descobre ser dono do dom da magia. No entanto, seus poderes só funcionam quando tem seu colar (que usa desde o nascimento) pendurado no pescoço, e também, quando está junto a Chloe Lights, uma garota extremamente patricinha. Juntos, eles vão atrás de seu passado e descobrem serem os escolhidos para continuar uma tradição que já dura séculos, e para isso, eles precisarão viajar por mundos desconhecidos, matando os representantes do imperador da magia negra, Ronan, e restaurando a fé dos mundos, assim como dos seus representantes da luz."



A Luz de Cada Mundo faz parte de uma saga ou o livro foi concluído no primeiro volume?
R: Não sou um grande fã de sequências, porque às vezes acho que elas podem tirar a essência do enredo original, e por isso mesmo eu não fiz uma sequência para nenhuma das minhas histórias até hoje (tirando Amores de uma Vida, mas eu cancelei a mesma). Porém, A Luz de Cada Mundo possui um gancho tão grande para uma sequência em seu final que tenho quase certeza de que ganhará uma sequência.


Conte-nos um pouco a respeito do seu livro. O que podemos esperar dele? 
R: Drama. Em toda a história que eu faço, independente do gênero, sempre tem uma pontinha de drama, e isso não acaba com A Luz de Cada Mundo. As vezes Ryze será o foco do drama, e as vezes Chloe será; as vezes será uma coisa muito importante pra trama em si, mas as vezes esse drama não passará de um impasse entre os personagens principais.


Quais os escritores que mais te servem de inspiração? 
R: Na minha escrita em geral, Nicholas Sparks e Gayle Forman são os escritores que mais me servem como inspirações! Eles são incríveis e escrevem muito bem, mas devo dizer que nesse livro tentei ser mais eu mesmo, desenvolver meu próprio jeito de escrever, ver o que funciona melhor para mim, então nesse livro acho que não posso dizer que me inspirei muito neles.


Além desses citados acima, algum escritor favorito que você gosta de indicar? 
R: Fora esses, não posso dizer que sou fã de mais nenhum escritor, apesar de admirar muitos, e dentre os que admiro posso destacar a grande Rainha do Crime, Agatha Christie. Ela e o seu Assassinato no Expresso do Oriente são simplesmente marcantes!


Como foi a etapa de publicação? Nós sabemos que publicar como um autor independente é muito mais complicado que contar com toda a estrutura de uma editora.
R: Publicar como um autor independente realmente é um trabalho árduo, mas devo dizer que é muito gratificante ver como tudo está correndo bem nas últimas semanas: eu registrei o livro, anunciei pro publico, fechei parcerias com alguns blogs, e tudo isso em menos de uma semana! Você com certeza se cansa, mas é aquele tipo de cansaço que faz bem a uma pessoa.


Quais os próximos passos agora? Mais algum projeto em mente ou em andamento?
R: A Luz de Cada Mundo II com certeza é um projeto, e todas as ideias pro livro já estão em andamento, mas não sei dizer se este será o meu próximo livro. Estou tendo ideias para um livro de romance e um de thriller, mas não pretendo me dedicar 100% a algo até que A Luz de Cada Mundo esteja pronto! No entanto, não pretendo parar de escrever tão cedo.


Por último, algo que sempre gosto de perguntar aos autores que entrevisto, qual a dica que você deixa para aqueles que querem começar a escrever?
R: Todos nós autores temos ambições: alguns querem ganhar prêmios, alguns querem ser famosos, outros ricos e outros apenas querem vender para serem lidos (pois não há como ser lido se o seu livro não vender, a não ser que você apoie a pirataria...), mas o importante é você ir atrás daquilo que é o seu foco e o seu sonho! Então pratique ao máximo o seu português, não se esqueça de revisar o texto e saiba que nada vai cair do céu para autores novatos como nós, mesmo que você feche contrato com uma editora... Quer ser reconhecido por suas obras? Então rale! Tem que ralar pra criar grandes obras e pra divulgá-las para que o público alcance-as. Fica a dica!


Rennan, muito obrigada pela disponibilidade em responder às perguntas e desejo muito sucesso na sua carreira que está começando!
R: Muito obrigado Samara, me diverti muito respondendo às perguntas e desejo que seu blog faça cada vez mais sucesso!
Atenciosamente, Rennan Andrade.

Então é isso gente! Espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre o autor estreante Rennan Andrade!

Em breve sairá a resenha de seu livro aqui no blog, que está em pré-venda a partir de sexta-feira (24/07) na Amazon!

Samy =)

30 comentários:

  1. Me conquistou de cara, porque amo livros de magia!!!
    E caramba!! 15 anos ???? e parece-me super talentoso, vou esperar sua resenha , porque amei e quero muito ler este livro,
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resenha está quase saindo! Já já venho com novidades! ;)

      Excluir
  2. Oi Samy!
    Que legal o autor conseguir publicar seu livro assim tão novinho!
    Sucesso pra ele!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sora! Ele tem um caminho pela frente! Mas começou bem e espero que só melhore! :)

      Excluir
  3. Oi Renan, cara, toca aqui, também nunca li Harry Potter, e diga-se de passagem, nem vi os filmes. Sempre acho que estou sozinha nisso, e me surpreendo quando alguém diz que não leu também...rsrsrs
    Siga firme acreditando em você e em seus sonhos. Sucesso!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Ola Samy parabéns pela entrevista, adorei a premissa do livro, onde tem magia sempre vou estar. Com os autores preferidos do autor, seus livros devem vir recheados de emoções no drama, visto que gosta de Tio Nick e Gayle. Sucesso ao Renan. beijos

    Joyce​
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Joyce, eu confesso que estranhei o autor ser fã de Sparks e Forman e escrever fantasia, mas a influência do RPG deve ter pesado bastante.

      Excluir
  5. Nossa, uma criança, quinze anos e tão ativo e articulado. Desejo que continue assim, não conhecia o autor, gostei da entrevista e de saber que ele providencia tudo, um jovem bem informado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é menina! Super pró-ativo! Estou torcendo para que ele agrade ao público-alvo e só cresça na sua escrita!

      Excluir
  6. Adorei a entrevista... Espero ver muitos outros livros dele por aí.
    Percebi que tenho muitos pontos em comum: o pensamento positivo e a admiração pela Rainha do Crime, Agatha Christie.

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agatha = <3
      Tomara que vejamos muita coisa dele, Jéssica!

      Excluir
  7. Ual!!
    é sempre um prazer conhecer autores e histórias novas, e cara como ASSIM você tem só 15 anos rsrsr. eu com essa idade era totalmente perdida, e você é tão bem expressivo;
    Lhe desejo muito sucesso.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. É tão bom ver jovens se dedicando aquilo que amam. Pelas respostas do Renan, ele sabe muito bem onde quer chegar.
    Desejo sucesso!!
    Samy, ficou ótima a entrevista.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nilda! :D
      Espero que ela consiga crescer muito na carreira!

      Excluir
  9. Oi, tudo bem?

    Puxa, me identifiquei bastante com o autor, pois sou escritora também e me iniciei nesse mundo justamente devido às fanfics. No meu caso, passei uns quatro anos apenas lendo para depois criar coragem de iniciar algo apenas meu e publicar. Quanto ao livro dele, a história parece bastante legal, mas os personagens estereotipados me decepcionaram. Em todo caso, vou ficar de olho. Sucesso a ele!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Nina. Não digo que é um sucesso, mas acho que ele começou bem. Tem muito a crescer, mas estou apostando fichas nele. Acredito que quando a escrita dele estiver mais madura (e ele próprio também), pode vir coisa muito boa por aí!

      Excluir
  10. Oi, tudo bem?
    não conhecia o autor, então muito prazer.
    As fanfics também tiveram um peso determinante na minha vida de leitora. Leio desde novinha, mas chegou num ponto que não tinha nada de novo, que me interessasse na biblioteca, e livros eram muito caros, há uns 15 anos, então foi quando descobri as fics.
    Achei legal o autor focar em drama, e sempre abordar isso, porque temos visto muitas fantasias atualmente. Eu amo fantasia, mas não dá pra ler só isso.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorava ler fanfics, principalmente de HP enquanto esperava os livros novos! hahahaha

      Excluir
  11. Oiii
    EU não o conhecia, mas gostei muito das respostas dele. Acompanhei muitas leituras, por isso hj em dia sou viciada em ler, inclusive tenho uma escrita, mas não mostro para ninguem hahaha
    Gostei muito das inspirações dele, dois dos meus autores preferidos, por isso sim quero muto ler o seu livro, fiquei curiosa e por ffim... sucesso com o lançamento!
    Curiosa para ler a resenha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai postando seus escritos no blog Mayara!!
      Em breve a resenha vai aparecer aqui!

      Excluir
  12. Olá! A entrevista ficou ótima =) Parabéns para o autor, que, tão novo, já está publicando o livro. Achei a sinopse super interessante e adorei saber mais sobre seu processo de escrita e inspirações. Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Camila! Em breve trago a resenha! ;)

      Excluir
  13. Oie, Samy!
    Adorei conhecer o Rennan. Gostei do modo de ele ver o mundo e da positividade que carrega consigo. Também sou bem parecida: comecei a escrever em blogs aos 9 anos, mas meu primeiro livro comecei a escrever aos doze. Ainda não consegui finalizar nada para publicar com exceção de um conto que saiu numa antologia, mas compreendo o Rennan. Ah, também comecei por fanfics! heheh Escrevia primeiro de Jovens Titãs, depois comecei a escrever de Harry Potter. Bons tempos!
    Ele precisa conhecer as obras que citou, aliás! Genteee, esse menino está perdendo maravilhas! Haha Sobre as inspirações dele, são dois autores que realmente não curto. Mas vou conferir a obra quando sair, pois como o próprio Rennan disse, ele colocou sua impressão na escrita, então talvez ele tenha algo que me faça gostar do tipo de narrativa que Gayle e Sparks são adeptos. Vai saber, né?
    Sucesso ao autor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo que está perdendo maravilhas!!! Eu detesto Sparks (já na gostava como autor e peguei raiva como pessoa também, por umas e outras que apareceram por aí), e a Forman li só um livro dela e achei dispensável. Mas não achei que a obra dele tem nada a ver com nenhum dos dois autores que ele citou como inspiração.

      Excluir
  14. Concordo fortemente com o comentário da Celly, na verdade. Eu até me sinto mal por isso, mas o instinto me leva a ter um pé atrás com pessoas que não gostam de fantasias :(
    Eu já tive contato com fanfics, até tentei escrever, mas na época percebi que isso não era para mim. Apesar de eu não ter me identificado muito com os gostos do autor, sua obra me pareceu interessante. Quem sabe, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sempre fui mais de ler as fics que escrever, Cris!
      Os gostos do autor também não batem nada com os meus (exceto Christie), mas a obra dele não tem nada a ver com os autores que ele citou, então vale arriscar. Hehehe

      Excluir
  15. Concordo com a Celly (e com a Cris); vou conferir o livro do Rennan quando sair porque gostei muito de como ele se expressa e, claro, da ideia do livro, mas ler Sparks é algo que não consigo me convencer a fazer. Romance puro não dá pra mim, huhuhuh.
    Também me identifiquei com ele, já que comecei a escrever meio nova (tinha uns 12 quando comecei um livro de terror) e passei um ou dois anos lendo e escrevendo fanfics (maioritariamente de Harry Potter).
    Desejo muito sucesso aos dois, e deixo as portas metafóricas do The Nerd Bubble abertas ao Rennan e seus livros :D

    Bjs da Cami!
    http://mynerdbubble.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li 3 livros do Sparks e não pretendo ler nenhum outro! hahahaha
      Perda de tempo total pra mim.
      Acho que todo mundo que comentou aqui começou lendo ou escrevendo fanfics com HP! hahahahaha o/

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...