terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Fechamento de leituras 2014

Bom, o último fechamento do ano vai ser o geral! Dentre todos os livros que li no ano, quais os meus favoritos??

Para o post não ficar muito longo e maçante, eu não vou listar aqui todos os livros que li no ano. Basta vir aqui para ver todos. Aqui no post eu vou colocar o favorito de cada mês e no fim vou fazer o ranking dos favoritos absolutos – quanto drama – entre os favoritos de cada mês!

Vamos lá??

sábado, 27 de dezembro de 2014

Fechamento 2014 – Desafio Literário 2014

Além do DL do Tigre esse ano participei do DL 2014 proposto pelo Henrique do Fascínios Literários. Acabou que esse desafio não foi tão legal quanto o DL do Tigre porque o criador dele desistiu no meio. Sua última postagem do desafio foi feita em junho e a partir daí não se teve mais notícias. Claro que as cobranças da vida às vezes nos impedem de fazer coisas que gostamos, mas acabou perdendo a graça.

Apesar disso eu continuei como um desafio pessoal, já que eu tinha me comprometido a fazer, quis terminar e agora venho trazer para vocês o saldo do ano e meus favoritos! Em cada mês um livro vai ganhar uma estrelinha. Esse foi o favorito do mês. No fim vou fazer um ranking assim como fiz para o DL do Tigre!

O post vai ficar meio gigante, desculpem-me por isso! :D

Janeiro:
Como Falar Dragonês – Cressida Cowell (Livro que começa com a letra C)
A Sabedoria do Condado – Noble Smith (Auto-ajuda) ★
O Fantasma de Canterville – Oscar Wilde (Livro cuja capa seja ilustrada)

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Fechamento 2014 – Desafio Literário do Tigre

Esse ano decidi fazer o fechamento das leituras e um ranking do livro que mais gostei em cada mês e os favoritos do ano! Mas também vou fazer um ranking dos melhores livros que li pros 2 desafios que participei, o Desafio Literário 2014 proposto pelo Henrique do Fascínios Literários e o Desafio Literário do Tigre criado pela Tati do Elvis Costello Gritou meu Nome.

Vou começar com o ranking dos favoritos dos desafios... vamos lá??




Os lidos para o DL do Tigre foram:
Jan: A Metamorfose – Franz Kafka (Na Estante)
Fev: É Melhor Não Saber – Chevy Stevens (Julgando pela Capa)
Mar: O Nome da Rosa – Umberto Eco (Filme ou Livro?)
Abr: Extraordinário – R. J. Palacio (Hype do Momento)
Mai: O Mundo Pelos Olhos de Bob – James Bowen (Bichos!)
Jun: A Abadia de Northanger – Jane Austen (Autores Queridos)
Jul: Aventura no Império do Sol – Silvia Cintra Franco (Esportes & Esportistas)
Ago: Fiquei com Seu Número – Sophie Kinsella (Risos)
Set: A Música que Mudou Minha Vida – Robin Benway (Música!)
Out: O Lado Bom da Vida – Matthew Quick (Amor)
Nov: Senhores da Terra – Eduardo Prota e Vingança Mortal – Raquel Machado (Brasileiro)
Dez: Mentirosos – E. Lockhart (Guilty Pleasure)

Eis que os melhores do ano foram....

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Hoje é Natal!!!

Hoje vim aqui só para deixar um recado! Esse é um ensinamento que independe de religiões, de crenças, de credos. É um ensinamento que todos devemos levar no coração - e nas nossas ações - não só no Natal, que é apenas uma data, considerada importante para uns e ignorada por outros. Devemos ter isso como nosso foco todos os dias do ano. Dessa forma, quem sabe conseguimos um mundo melhor, com mais RESPEITO e amor?






Obrigada pelo recado Armandinho!! E um FELIZ NATAL a todos vocês!!

Samy  =)

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Resenha: Mentirosos – E. Lockhart


Título: Mentirosos
Título original: We Were Liars
Autor: E. Lockhart
Ano de lançamento: 2014
Ano de lançamento no Brasil: 2014
Editora: Seguinte
Número de páginas: 271


Sinopse oficial:

Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu.

___________________­_____|||______________________

No mês de dezembro, o objetivo era ler um guilty pleasure para o Desafio Literário do Tigre! No início estava com um pouco de dificuldade para escolher qual leria, pois durante esse ano tentei exercitar muito o “pouco me importa a opinião dos outros” principalmente sobre o que leio ou deixo de ler. Inicialmente cogitei escolher uma chick-lit da vida, pois é o que mais me deixava ~envergonhada por ler, no passado. Mas aí surgiu a Marília na minha vida! Hehehe

Ela fez um comentário em uma das resenhas dela que me deu uma bela clareada! Não satisfeita com isso, ela fez um post inteiro sobre o assunto! Por isso decidi usar a última das definições do post dela para guilty pleasure. Segundo a definição dela, seria: “O último tipo de guilty pleasure é o que mais parece com a definição tradicional: o de coisas que considero ruins. Acho ruim e gosto mesmo assim. Acho que a culpa daqui vem dessa ideia de que temos que ser produtivos até no nosso tempo livre e que nesse período poderia estar lendo ou vendo algo melhor”.

domingo, 21 de dezembro de 2014

Tirinha de Domingo

Sina de leitor! O duro é acordar no dia seguinte!! Bora aproveitar que é domingo e os 5 minutinhos podem virar várias horas!


Bom domingo a todos!

Samy =)

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Resenha: Como ser um Pirata – Cressida Cowell


Título: Como ser um Pirata
Título original: How to be a Pirate
Autora: Cressida Cowell
Ano de lançamento: 2004
Ano de lançamento no Brasil: 2010
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 224


Sinopse oficial:

Soluço Spantosicus Strondus III foi o mais temido herói já visto em todo o território viking. Ele era bravo, impetuoso e muitíssimo inteligente. Mas até mesmo os grandes heróis podem ter dificuldades no começo.
Nessa aventura eletrizante Soluço conta mais do início de sua história – quando ele ainda tinha muito o que aprender sobre como usar uma espada, sobreviver a naufrágios, escapar de dragões homicidas e desvendar os mistérios de um tesouro pirata muito bem escondido.
Aventura, ação, muito humor e ilustrações divertidíssimas: essa é a receita do sucesso da série de livros escrita e ilustrada pela inglesa Cressida Cowell.

___________________­_____|||______________________

Mais um livro da série Como Treinar seu Dragão que leio para o Desafio Literário! Esse entrou na categoria Ler um livro com uma caveira na capa. Estava totalmente sem ideias para livros com caveira na capa, quando bati o olho no piratão aí e resolvi meus problemas! 

sábado, 13 de dezembro de 2014

Resenha: Alma? – Gail Carriger


Título: Alma?
Título original: Soulless
Autora: Gail Carriger
Ano de lançamento: 2009
Ano de lançamento no Brasil: 2013
Editora: Valentina
Número de páginas: 308


Sinopse skoob adaptada:

Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta. E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido. Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?

___________________­_____|||______________________

Já fazia muito tempo que queria ler esse livro, pois estava um falatório danado em torno dele. Todos elogiando muito e coisa e tal. Como já disse aqui em mais de uma ocasião, quando um livro fica tão bem falado assim, acaba gerando uma pulga atrás da minha orelha e eu protelo a leitura. Nesse caso, eu precisei para de enrolar pois precisava Ler um livro steampunk para o mês de outubro do Desafio Literário.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Resenha: O Segredo do Meu Marido – Liana Moriarty


Título: O Segredo do Meu Marido
Título original: The Husband's Secret
Autor: Liane Moriarty
Ano de lançamento: 2013
Ano de lançamento no Brasil: 2014
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 368


Sinopse oficial:

Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido escrita anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo – algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia – ou uma à outra –, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.

___________________­_____|||______________________

Vou ser bem sincera e contar a vocês o motivo idiota que me fez querer ler esse livro... além das resenhas favoráveis que li sobre a obra, o que mais me chamou a atenção foi o sobrenome da autora. Sério, quando bati o olho na capa só conseguia lembrar do professor Moriarty, arquiinimigo do meu detetive favorito, Sherlock Holmes. Seria quase como ter Vader como sobrenome. Olha que legal! Ok, parei com as divagações idiotas e vamos ao livro.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Resenha: Antes que eu Vá – Lauren Oliver


Título: Antes que eu Vá
Título original: Before I Fall
Autor: Lauren Oliver
Ano de lançamento: 2010
Ano de lançamento no Brasil: 2011
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 368


Sinopse oficial:

Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. ... Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as consequências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.

___________________­_____|||______________________

Peguei esse livro para ler, passando na frente de vários outros, pois li algumas resenhas muito favoráveis na blogsfera. Pessoas falando que era dos melhores que tinham lido no ano e coisa e tal. Confesso que comecei a ler sem esperar muito do livro, apesar das resenhas, mas como minha curiosidade ficou aguçada, tentei ler logo.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Tirinha de Domingo

Quem nunca passa por isso? Sempre que entro no Submarino é uma tristeza! E não importa quantos livros ainda tem na fila, se tá na promoção, quem consegue resistir??



Bom domingo a todos!

Samy =)

sábado, 6 de dezembro de 2014

Infinitas listas: Autores na Geladeira


Esses dias a Lígia, do Randomicidades Aleatórias, postou uma lista de autores que ela deixou na geladeira. Segundo ela, viu no .Livro e parece que eles têm uma coluna com esse tema – listas. Como eu amo uma boa lista – faço uma para tudo!! – decidi postar também!

Sobre o que se trata então? Segundo o autor do .Livro, autores na geladeira são “aqueles que você tem muita vontade de conhecer, mas que por algum motivo ainda não leu, ou aqueles de quem você já leu algo, amou e ficou louco de vontade de ler mais, mas não leu”.

Fazemos isso sempre né? Tentei dar prioridade aos que não li ainda, mas acabei colocando um ou outro que já li e queria muito ler de novo.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Abandonei a leitura: Laços de Amizade, As Primaveras de uma Vida – Cássia Montouto


Título: Laços de Amizade, as Primaveras de uma Vida
Autora: Cássia Gonçalves Montouto
Ano de lançamento:2011
Editora: Multifoco
Número de páginas: 173

Lá vamos nós para mais um “Abandonei a leitura”...
 
Peguei esse livro da Cássia Montouto para ler para o Desafio Literário do Tigre, no mês de setembro. Deveríamos ler um livro cujo tema fosse música. Laços de Amizade estava na minha lista de leitura já há um tempo e achei ótima a oportunidade para tirá-lo da fila. Sempre achei a capa maravilhosa e esperava que o livro me conquistasse rapidamente.

Segue a sinopse:

Clara é uma jovem musicista, bolsista, que mora há quatro anos na cidade de Amsterdam. Perdeu o pai ainda na adolescência, o qual considerava uma grande referência em sua vida. Clara alimenta uma paixão imensa pela música e pela instrumentalidade da arte em transmitir seus sentimentos mais profundos. Apaixona-se por Guilherme e juntos vivem uma linda história de amor, na cidade onde a primavera encanta os olhos de quem a vê. Por traçarem metas distintas, Clara e Guilherme acabam se separando com a vinda da garota para o Brasil. Clara divide seus sonhos e compartilha sua vida desde sua ida à Holanda, com Júlia, que se torna sua melhor amiga. Juntas vivem momentos inesquecíveis na Europa e no Brasil, na pequena cidade de Holambra, onde Clara nasceu. Mas, o destino traz à Clara uma infeliz notícia e uma surpreendente missão. Tocar os corações daqueles que mais amou. Clara assim fez, tocando o coração do mundo. A partir de então, o suspense, a emoção, a magia e o encontro de Clara com sua própria essência faz com que Laços de Amizade – As primaveras de uma vida, toque também o seu coração.”

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Resenha: Marina – Carlos Ruiz Zafón


Título: Marina
Título original: Marina
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Ano de lançamento: 2011
Ano de lançamento no Brasil: 2011
Editora: Suma de Letras
Número de páginas: 189


Sinopse oficial adaptada:

Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões. É um desses antigos casarões aparentemente abandonados que chama a atenção de Oscar, que logo se aventura a entrar na casa. Lá dentro, o jovem se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto roubado, conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos que o leva a um local inusitado, onde veem uma mulher coberta por um manto negro. Os dois passam então a tentar desvendar o mistério que ronda a mulher do véu, passando por palacetes e estufas abandonadas, nas mais aventurosas situações por entre os cantos remotos de Barcelona. Tudo isso pelos olhos de Oscar, o menino solitário que se apaixona por Marina e tudo o que a envolve, passando a conviver dia e noite com a falta de eletricidade do casarão, o amigável e doente pai da garota, Germán, o gato Kafka, e a coleção de pinturas espectrais da sala de retratos.

___________________­_____|||______________________

Para começar, a música que veio na minha cabeça o tempo todo durante a leitura desse livro foi Barcelona, de uma das melhores bandas do mundo, Queen. É uma música sensacional e que combina perfeitamente com o livro, pois além de a ópera fazer parte da estória, a cidade é praticamente um personagem a mais na trama, como diz a sinopse!

domingo, 30 de novembro de 2014

Tirinha de Domingo

Tem que ir mudando a posição para aguentar horas de leitura! Ô vidão!



Bom domingo a todos!

Samy =)

sábado, 29 de novembro de 2014

Por trás do lápis: Mario Vicente


Jornalista, publicitário e escritor, Mario Vicente nasceu na cidade de Cascavel, oeste do Paraná. O primeiro livro publicado pelo autor, em 1987, foi de crônicas e poesia, o Natureza Clandestina. Seu primeiro romance, publicado em 2008, foi O Homem que Chorava. Recentemente, Mario Vicente lançou seu segundo romance, Mademoiselle Zaira, através da editora Novas Páginas, (grupo Novo Conceito). Vamos conhecer um pouco mais sobre o escritor e suas obras?

Primeiro, obrigada por gastar um pouco do seu tempo respondendo à nossa entrevista, Mario!

Imagina, eu que agradeço a iniciativa e seu apoio.

Você seguiu um longo caminho antes de se dedicar inteiramente à escrita. Nos conte um pouco como foi essa decisão de se tornar escritor em tempo integral.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Progresso de Novembro do Desafio Literário 2014

Vamos ao progresso de novembro do Desafio Literário??

Para a categoria obrigatória, deveríamos Ler um livro que seja uma nova versão de um conto de fadas. Parece que livros nesse estilo estão se proliferando ultimamente, então não foi muito difícil. Não me animei demais por nenhum - aliás, me animei por um, mas não deu para comprar o ebook, então ficou para depois. Acabei lendo:


Adormecida - Anna Sheehan

Rose Fitzroy esteve dormindo profundamente por décadas. Imersa num sono induzido, esquecida em um porão por mais de 60 anos, a jovem foi tratada como desaparecida enquanto os anos sombrios pairavam sobre o mundo. Despertada como por encanto e descobrindo-se herdeira de uma corporação multimilionária, Rose vai entendendo pouco a pouco, tudo o que aconteceu em sua ausência. Ela descobre que seus pais estão mortos. O rapaz por quem era apaixonada não é mais que uma mera lembrança. A Terra se tornou um lugar estranho e perigoso, especialmente para ela, que terá de assumir seu lugar à frente dos negócios.
Desejando adaptar-se à nova realidade, Rose só consegue confiar numa única pessoa estranhamente familiar. Rose até gostaria de deixar o passado para trás, no entanto, ao pressentir o perigo, percebe que precisa enfrentá-lo - ou não haverá futuro.


terça-feira, 25 de novembro de 2014

Resenha: Vingança Mortal – Raquel Machado


Título: Vingança Mortal
Autora: Raquel Machado
Ano de lançamento: 2014
Editora: Amazon
Número de páginas: 152


Sinopse oficial:

Ao receber uma ligação sobre a morte de sua melhor amiga, Brenda volta a sua cidade natal, Lageado Grande. Lá ela vai ao velório de Nicole, onde encontra seu rosto marcado por facas. Uma dúvida surge: será que realmente foi um acidente como todos falam? Ao voltar para casa algumas pistas aparecem, e Brenda fica obstinada a investigar a morte de Nicole. Ela decide então voltar as suas raízes. Porém, o tempo parece ter mudado muitas coisas, inclusive as pessoas que ela imaginava conhecer. Envolvida em uma rede de intrigas, dinheiro, drogas e traição, ela se vê prestes a montar um quebra-cabeça, onde cada peça parece se encaixar com extrema exatidão. E a solução para esse mistério, pode revelar um segredo escondido há muito tempo.

___________________­_____|||______________________

Vi esse livro em alguns blogs e, após ler a sinopse e resenhas, fiquei curiosíssima! A sinopse é extremamente empolgante e as resenhas falavam muito bem da trama. Corri logo a comprar o ebook (no site do Clube de Autores) e comecei a ler em seguida.

Como o Desafio Literário do Tigre de novembro que era a leitura de livros nacionais, esse aqui também vai entrar na roda! O primeiro postado para o desafio foi o livro Senhores da Terra.

Bom, sobre o livro.... a escrita da autora é bem simples e informal, pois o livro é narrado em primeira pessoa por Brenda, então segue a linha "estou contando minha estória para você." Só fiquei meio confusa pois, em geral, quando um livro é narrado em primeira pessoa, ele é focado mais naquela pessoa que está narrando, mas aqui o foco da narração muda para diversos personagens. Nesses momentos a narração passa a ser em terceira pessoa. Particularmente, eu prefiro quando o autor segue uma mesma linha durante toda a narrativa, embora isso não tenha chegado a atrapalhar em nada a leitura, só estranhei um pouco mesmo.

sábado, 22 de novembro de 2014

Resenha: As Ibyranas, Senhores da Terra – Eduardo Prota


Título: Senhores da Terra
Autor: Eduardo Prota
Ano de lançamento: 2014
Editora: Clube de Autores
Número de páginas: 318


Sinopse oficial:

Uma terra. Muitos corações. Assim são as Ibyranas, terras distantes colonizadas pelo Reino de Calus, que, imerso nos próprios problemas, as trata como uma posse e nada mais. Os ibyranos se veem constantemente assolados por fugas de negros de seus engenhos e ataques de tribos nativas às suas terras, tornando cada vez mais difícil a vida dos donatários, que, isolados e esquecidos, procuram resolver suas questões por conta própria. Porém, nem mesmo os senhores das capitanias, que defendem os interesses de Calus na região, poderiam prever que, naquela terra, havia muito mais do que política: os angás, antigas entidades que já habitavam as Ibyranas, não têm mais paciência com os abusos dos homens. Uma única fazenda é atacada e um donatário é capturado. Também sua filha e suas duas melhores amigas são levadas, e ninguém sabe ao certo quem foi o responsável ou o porquê. Cabe agora a alguns poucos amigos resgatá-los entre esses, um casal de escravos que conhece a terra como ninguém, um capataz misterioso, um menino imortal e até mesmo o próprio filho do Rei de Calus. Enveredando-se pelas Ibyranas, descobrem a real natureza daquela terra, que, de tão extensa, guarda mistérios inimagináveis. Alguns desses mistérios sorriem para eles e os chamam de amigos. Já outros têm seus próprios interesses e não sorriem para ninguém. . .

___________________­_____|||______________________

Esse ano tive o prazer de ser apresentada a mais uma obra nacional de fantasia. Há tempos esse é um dos meus gêneros favoritos – na verdade, acho que sempre foi – e tenho adorado conhecer ótimos autores nacionais desse gênero. Aproveitei que o Desafio Literário do Tigre de novembro nos pedia para Ler um livro de autor brasileiro e não perdi tempo!!

Bom, esse ano foi lançado o primeiro volume da série de dois livros, As Ibyranas. Logo que ouvi falar, fiquei curiosíssima para ler, pois tinha o diferencial de usar criaturas fantásticas muito pouco exploradas. Nesse livro, os seres sobrenaturais são os do nosso folclore!

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Resenha do leitor: A Coisa – Stephen King


Título: A Coisa
Título original: It
Autor: Stephen King
Ano de lançamento: 1986
Ano de lançamento no Brasil: 2001
Editora: Objetiva
Número de páginas: 832
Foi lida a edição da Suma de Letras, de 2014 com 1104 páginas
Sinopse oficial adaptada:

Nesse romance o mestre do terror nos leva de volta ao tempo em que acreditávamos mais em nossa imaginação, em nossos sonhos e também em nossos pesadelos...
Junho de 1958. Derry, pacata cidadezinha do Maine. Início das férias de verão. Para Bill, Richie, Eddie, Stan, Beverly, Mike e Ben, sete adolescentes que, pouco a pouco, se tornam amigos inseparáveis, este será um verão inesquecível. Um tempo em que vão descobrir o doce sabor da amizade, do amor, da união. Uma época em que vão provar o gosto amargo da perda, do medo, da dor. Este será um ano inesquecível. Terrivelmente inesquecível. O ano em que vão conhecer a Coisa, a força estranha e maligna que vem deixando um rastro de sangue na calma Derry. O ser sobrenatural que apresenta um apetite especial por inocentes crianças.
Maio de 1985. O tempo passou deixando suas marcas em cada um deles. Já não são mais crianças. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir novamente suas forças. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry.
Apenas eles podem vencer o poder maléfico da Coisa. 

___________________­_____|||______________________

Hoje trouxemos, mais uma vez, uma Resenha do Leitor! O convidado de hoje é o Matheus que vai resenhar para nós um livro do Stephen King, mesmo porque medrosa do jeito que sou, se dependesse de mim, nunca iria aparecer um livro dele aqui! Hahaha

A música escolhida para hoje foi totalmente pelo clipe! Confiram e tirem as próprias conclusões! Mr. Sandman do Blind Guardian.


E agora, vamos à resenha! Com a palavra, Matheus!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

TAG One Lovely Blog

A Marília, do blog Please, Sir, I Want Some More, me indicou para a TAG One Lovely Blog e hoje vim aqui responder! Aliás, não deixem de passar no blog dela. Suas resenhas são ótimas e sempre tem boas indicações de filmes lá! ;)


1. Por que decidiu criar um blog e quando começou?


Eu sempre amei ler e sempre li bastante. Vários amigos meus já tinham me sugerido começar um blog literário, mas sempre protelei. Sempre achei que escrevo mal, por isso não achava que um blog daria certo. No fim de dezembro do ano passado decidi tentar. Estava precisando organizar minhas leituras e descobri que fazendo resenhas consigo lembrar melhor do enredo e dos detalhes dos livros. Outra motivação foi o fato de, em geral, eu não ter com quem discutir os livros que leio. Com o blog fica mais fácil achar pessoas dispostas a conversar a respeito!



2. Quais benefícios o blog te traz?


Como disse acima, escrevendo as resenhas consigo me lembrar melhor dos livros que li. Além disso pude – e estou podendo – conhecer pessoas muito bacanas, ou que aparecem para pegar dicas, ou para discutir determinado livro. Passei a interagir mais nos blogs alheios – antes tinha vergonha de comentar – e vi como a leitura pode ser enriquecida com essa troca de opiniões!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...