quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Infinitos filmes: Animações em curta-metragem!!!

Eu sou apaixonada por curtas-metragens de animação! Portanto, a única categoria do Oscar que eu sempre acompanho todo ano e faço minha aposta é a de Melhor Animação em Curta-Metragem. Essa categoria começou a existir na 4ª Entrega dos Prêmios da Academia, em 1932, e os oito primeiros prêmios foram para Walt Disney.

Muitos curtas-metragens são independentes ou de estúdios menores, então não sofrem com tanta pressão Hollywoodiana, são produções que encantam o público pelo enredo e pela qualidade do desenho. O interessante disso é que os indicados têm se diversificado bastante nos últimos anos, dando chances a todos.

Sempre que tenho um tempinho livre procuro alguns curtas para assistir. Nem sempre é fácil achar, alguns não são liberados ou passados no cinema antes dos filmes. Mas eles trazem uma história tão bem elaborada para tão pouco tempo, a animação é tão bem feita, que vale a pena procurar bastante para vê-los. Nos últimos quatro anos eu consegui ver a maioria dos indicados e acertei os ganhadores. São eles que trago a vocês hoje.

The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore foi premiado em 2012, dirigido por William Joyce e Brandon Oldenburg e produzido por Moonbot Studios nos EUA. Ele é descrito como uma “alegoria aos poderes curativos dos livros”. Conta a história do Sr. Morris Lessmore, que após um tornado, acha uma biblioteca mágica e passa a cuidar dela. Além de me encantar pela história, pelas várias interpretações que pode-se tirar dela, ele tem uma música da Edith Piaf que eu adoro.


Em 2013 foi a vez Paperman ganhar o premio. Ele foi produzido pela Walt Disney e apresentado no cinema antes do filme Detona Ralph. Nele, um rapaz e uma moça que estão esperando o bonde são atingidos por folhas de papel um do outro que foram levadas pelo vento. Ao pegar a folha novamente, o rapaz vê que a sua está marcada com o batom da moça. No entanto o bonde chega e eles se separam, até que o rapaz a vê no prédio ao lado do seu. Gosto muito dele pelo enredo bem elaborado fofo e pelo estilo minimalista em preto e branco que pareceu casar muito bem com a história.


Mr. Hublot é uma coprodução franco-luxemburguesa, dirigido por Laurent Witz e Alexandre Espigares, que conta a história de um homem-robô com TOC, super perfeccionista e que detesta mudança. Um dia ele encontra um cachorro-robô na rua e o leva para casa, sem imaginar o que isso pode causar na sua vida tão certinha. 

video

No ano passado o ganhador foi Feast, do diretor Patrick Osborne e produtora Kristina Reed, uma produção da Walt Disney. O curta conta a história de um cachorrinho que é adotado por um rapaz, mas tudo é mostrado pelas refeições do cachorro. É muito bonitinho! Feast foi apresentado no cinema antes da exibição de Big Hero 6, formando a dupla de ganhadores do Oscar em animações de 2015.

video

Este ano os indicados a Melhor Animação em Curta-Metragem são: Bear Story, Prologue, We Can’t Live Without Cosmos, Sanjay's Super Team e World OfTomorrow. Infelizmente não consegui assisti-los, então não vou conseguir apostar em algum dessa vez, mas pelos trailers imagino que Bear Story ou Sanjay's Super Team ganhe. Espero que depois da premiação eu consiga ver todos.



Para finalizar deixo um desafio para quem gosta de curtas, animados ou não. A Andreia Al. criou no ano passado a lista Um curta para cada dia do ano e a Camila Cavalcanti fez este ano a segunda lista, Um curta para cada dia do ano - Episódio 2, para os fanáticos não ficarem órfãos. Todos os curtas estão sendo disponibilizados na pagina Curta Um Curta Por DiaAos colaboradosres das listas eu deixo meu imenso agradecimento, montar as listas e procurar os videos deve dar bastante trabalho, é ótimo acompanhá-los. E para quem estiver lendo: vocês conseguem assistir todos os curtas de uma das listas pelos próximos 366 dias?!


Nat  =D



3 comentários:

  1. Adoro animação, mas acabo dando mais atenção aos longas e só de vez em quando vejo um curta aqui ou ali, coisa que estou tentando mudar. Paperman é muito bonitinho. Dos indicados ao Oscar desse ano, vi The World of Tomorrow, mas achei mediano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já cheguei a ficar horas vendo um curta atrás do outro. Esses quatro são alguns dos meus favoritos.
      Onde você viu esse curta? Não achei nenhum dos indicados desse ano.
      =(

      Excluir
    2. Vi na Netflix americana. Procurei os outros indicados, mas também não achei.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...